Social Items


Com o objetivo de encerrar, ao menos dentro do clube, o assunto "Magrão", o Sport emitiu no início da tarde desta sexta-feira (12) uma nota em seu site oficial, com o termo aditivo do contrato do goleiro, assinado no dia 6 de fevereiro deste ano, anexado. No documento, a alteração pode ser vista no tópico C.1, referente ao valor de cessão e maneira de pagamento, firmando um acordo entre as partes de renegociação da dívida do Leão com o arqueiro.

A cópia do termo aditivo esclarece que o clube ficou obrigado a pagar ao goleiro R$ 40.744,77 até o dia da assinatura do documento; mais R$ 40 mil até o dia 20 de fevereiro; além de 36 parcelas mensais de R$ 49.187,24, do dia 20 de março deste ano até 20 de fevereiro de 2022. O contrato profissional de Magrão com o Sport se encerrava no final do ano que vem.



"A notícia da interpelação judicial por parte do jogador e quebra unilateral do acordo firmado no início de fevereiro nos causou surpresa e espanto, pois planejávamos um futuro longínquo de Magrão no Clube, em qualquer função que ele almejasse", disse o clube, no comunicado.

Por fim, o Sport afirmou respeitar a decisão do goleiro e que firmou acordo na justiça para quitar o débito com o jogador. "E deseja muita sorte ao sempre ídolo Magrão. O Sport dá por encerrado este assunto", completa a nota. JC

Sport mostra contrato com Magrão e diz que queria goleiro por mais tempo


Com o objetivo de encerrar, ao menos dentro do clube, o assunto "Magrão", o Sport emitiu no início da tarde desta sexta-feira (12) uma nota em seu site oficial, com o termo aditivo do contrato do goleiro, assinado no dia 6 de fevereiro deste ano, anexado. No documento, a alteração pode ser vista no tópico C.1, referente ao valor de cessão e maneira de pagamento, firmando um acordo entre as partes de renegociação da dívida do Leão com o arqueiro.

A cópia do termo aditivo esclarece que o clube ficou obrigado a pagar ao goleiro R$ 40.744,77 até o dia da assinatura do documento; mais R$ 40 mil até o dia 20 de fevereiro; além de 36 parcelas mensais de R$ 49.187,24, do dia 20 de março deste ano até 20 de fevereiro de 2022. O contrato profissional de Magrão com o Sport se encerrava no final do ano que vem.



"A notícia da interpelação judicial por parte do jogador e quebra unilateral do acordo firmado no início de fevereiro nos causou surpresa e espanto, pois planejávamos um futuro longínquo de Magrão no Clube, em qualquer função que ele almejasse", disse o clube, no comunicado.

Por fim, o Sport afirmou respeitar a decisão do goleiro e que firmou acordo na justiça para quitar o débito com o jogador. "E deseja muita sorte ao sempre ídolo Magrão. O Sport dá por encerrado este assunto", completa a nota. JC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários