Rapidinhas Política - Sábado 09/03/2019


Reflexos possíveis em 2020 > Sobre a possibilidade de esse alinhamento nacional com o PSB ter influência no pleito do ano que vem, Carol Vergolino contemporiza: “Vamos esperar o tempo passar, as coisas acontecerem. Daqui, a gente segue trabalhando no Estado no que a gente pode, não só no Estado, alinhado nacionalmente. A gente faz parte de uma rede que tem 16 mandatos no País”.

Radar > Há quem aposte, nos bastidores, que uma candidatura de Marília Arraes à PCR poderia se dar pelo PSOL, por ser a legenda de esquerda que ainda está fora do guarda-chuva da Frente Popular, enquanto o PT está aliado ao PSB. 

Páreo > Marília Arraes está concorrendo à Procuradora da Mulher da Câmara de Deputados. Ao cargo, cabe receber denúncias de discriminação e violência, cooperar com organismos nacionais e internacionais na promoção dos direitos da mulher.

DNA > Nos corredores do Palácio das Princesas, está sendo chamado de “programa Paulo Câmara” o Nota Fiscal Solidária. Pode chegar a R$ 175 milhões o valor injetado pelo governo na economia, através dessa promessa de campanha do governador.

Potencial > Ao contrário de iniciativas anteriores, como o Ganhe o Mundo, o Atitude, palacianos veem, no Nota Fiscal, o resultado de uma formatação pessoal do governador, que vai atender mais de um milhão de famílias, equivalendo a mais de três milhões de pessoas. Um terço da população será beneficiada. Por Renata Bezerra de Melo

Proxima
Anterior
Click here for Comments

0 comentários:

Comentários