Rapidinhas Política - Quarta 13/03/2019


Jungmann: “várias questões em aberto” > Ex-ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, que chegou a defender a federalização da investigação do caso Marielle Franco, à coluna, diz enxergar, na prisão realizada ontem dos suspeitos, o seguinte : “Um avanço com várias questões em aberto”.

Motivo > Jungmann enumera as lacunas: “Mandantes, arma, carro e motivo”. Crime completa um ano amanhã.


Vida ou... > Procuradores da força-tarefa da Lava Jato tem tratado como caso de “vida ou morte “para Operação a decisão que o STF tomará, hoje, sobre quem julgará crimes comuns associados a crimes eleitorais, a Justiça Federal ou a Eleitoral. 

...morte"... > Procurador do Ministério Público de Contas, Cristiano Pimentel alerta: "Se o Supremo decidir que, quando tem caixa 2, é tudo da Justiça Eleitoral, aquela sentença da vara federal da Lava Jato de Curitiba não teria validade".

... no STF > Ele prossegue: "Porque quem deveria ter julgado aquela lavagem de dinheiro era a Justiça Eleitoral , uma vez que aquele crime foi cometido concomitantemente com crime de caixa 2". E arremata: Essa é a tese mais perigosa para a impunidade dos políticos que vai estar causa no Supremo".

Trégua > A prefeita de Ipojuca, Célia Sales, visitou, ontem, o presidente de Suape, Leonardo Cerquinho. Se, em política, contam os gestos, o papo amigável parece aceno de paz, a despeito das divergências políticas da gestora com o governo. Por Renata Bezerra de Melo

Proxima
Anterior
Click here for Comments

0 comentários:

Comentários