Santa vence Náutico nos pênaltis e avança na Copa do Brasil - G7 Salgueiro

Anuncio No Post

Anuncio Aqui

Santa vence Náutico nos pênaltis e avança na Copa do Brasil

Compartilhar

O Clássico das Emoções mais importante do primeiro semestre terminou com festa tricolor nas arquibancadas do Arruda. Na noite desta quarta-feira (20), em confronto fraco tecnicamente, porém emocionante como diz a alcunha, Santa Cruz e Náutico empataram por 1x1. Pipico marcou o gol para os donos da casa. Os visitantes empataram pouco depois com Jorge Henrique, curiosamente, dois jogadores que já haviam marcado no primeiro confronto do ano entre as equipes. Como previa o regulamento da Copa do Brasil, a peleja foi para as penalidades. Aí, melhor para a Cobra Coral, que bateu o rival por 4x2 e ainda faturou uma bolada de R$ 1,45 milhão - verba valiosíssima para o clube respirar financeiramente em 2019. 

O início poderia sugerir um passeio dos tricolores. Afinal, com menos de um minuto de jogo, um rombo na defesa alvirrubra deixou Pipico em boas condições de finalização, mas Bruno pegou sem maiores problemas. O começo da partida foi marcado por inúmeros erros clamorosos da linha defensiva do Timbu e por bobeiras do ataque coral, que poderia ter aproveitado melhor as chances. O Náutico só foi chegar perto do gol adversário aos 18 minutos, com Luiz Henrique, que recebeu bom passe de Wallace, mas mandou para fora. Outro lance de perigo dos visitantes ocorreu logo depois, quando Danny Morais recuou na fogueira para Anderson e Luiz Henrique por pouco não marcou.

Os tropeços continuaram acontecendo aos montes ao longo da primeira etapa. Em algum momento, o gol sairia por conta disso. Não deu outra. Aos 28 minutos, em uma falha generalizada da zaga do Náutico, digna de figurar nos piores jogos do futebol de Várzea, o Santa abriu o placar. Quando a bola sobrou para Pipico, o centroavante foi inteligente ao proteger com o corpo e bateu para o gol, contando com um desvio em André Krobel para abrir o placar. A alegria tricolor duraria pouco. Aos 34 minutos, Lucas Paraíba acionou Wallace Pernambucano pela esquerda. O veterano dominou, esperou e cruzou rasteiro para o meio da área. A bola passou por todo mundo e sobrou para Jorge Henrique, livre, empatar.

Na etapa final, os erros bisonhos ocorreram mais uma vez com frequência. O Náutico perdeu seus dois melhores jogadores – Jorge Henrique e Wallace Pernambucano. A compensação é que do lado coral os tricolores abusavam do nervosismo. No fim, duas grandes chances de gol. Fábio Matos saiu na cara de Anderson, mas viu o goleiro adversário fazer um milagre. Depois, Robinho cabeceou no travessão, no último lance digno de nota. A disputa foi para os pênaltis. Pipico marcou o primeiro. Tharcysio bateu no travessão. Guilherme Queiroz fez 2x0. Tiago diminuiu. Luiz Felipe fez o dele. Robinho acertou. Marcos Martins acertou com categoria. Luiz Henrique também mandou na trave, definindo a classificação do Santa. Folha PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Anuncio No Post

Anuncio Aqui!