Social Items


Aconteceu um duplo homicídio na noite de sexta-feira (08) no
 Assentamento José Arnaldo no Núcleo 04 na Zona Rural de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Segundo a Polícia Civil,
 as vítimas Ranilo Barbosa Jurema, de 22 anos e Jairo Barbosa
 Jurema, de 25 anos, caminhavam juntos quando foram
seguidas por outras duas pessoas, ainda não identificadas.
Em seguida, ouviram-se disparos de arma de fogo. 
Os corpos foram encontrados em um terreno baldio.

As duas vítimas tinham passagem pela polícia. Ranilo 
Barbosa Jurema já foi preso por tráfico em Juazeiro, na 
Bahia e Jairo Barbosa Jurema havia sido preso por tráfico em Petrolina.

Após perícia do Instituto de Criminalística (IC), os corpos, que
 tinham várias marcas de tiros, foram recolhidos pela equipe 
do Instituto de Medicina Legal (IML) para serem tomadas as medidas necessárias.

Quatro pessoas foram conduzidas a delegacia para prestar depoimento. O crime está sendo investigado pela Polícia Civil. 
G1

Dois homens são mortos a tiros e corpos são achados em terreno baldio na Zona Rural de Petrolina


Aconteceu um duplo homicídio na noite de sexta-feira (08) no
 Assentamento José Arnaldo no Núcleo 04 na Zona Rural de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Segundo a Polícia Civil,
 as vítimas Ranilo Barbosa Jurema, de 22 anos e Jairo Barbosa
 Jurema, de 25 anos, caminhavam juntos quando foram
seguidas por outras duas pessoas, ainda não identificadas.
Em seguida, ouviram-se disparos de arma de fogo. 
Os corpos foram encontrados em um terreno baldio.

As duas vítimas tinham passagem pela polícia. Ranilo 
Barbosa Jurema já foi preso por tráfico em Juazeiro, na 
Bahia e Jairo Barbosa Jurema havia sido preso por tráfico em Petrolina.

Após perícia do Instituto de Criminalística (IC), os corpos, que
 tinham várias marcas de tiros, foram recolhidos pela equipe 
do Instituto de Medicina Legal (IML) para serem tomadas as medidas necessárias.

Quatro pessoas foram conduzidas a delegacia para prestar depoimento. O crime está sendo investigado pela Polícia Civil. 
G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários