Rapidinhas Política - Terça 18/12/2018 - G7 Salgueiro

Anuncio No Post

Anuncio Aqui

Rapidinhas Política - Terça 18/12/2018

Compartilhar

Paranaense de nascimento
Alguns órgãos de imprensa chegaram a divulgar que a futura ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, teria nascido em Sergipe, garantindo a presença de pelo menos um nordestino no ministério de Jair Bolsonaro. Ela na verdade nasceu em Umuarama (PR) e morou em Sergipe quando criança. Assim, dos 22 futuros ministros, nenhum deles nasceu nesse pedaço de Brasil.

A queda > Não foi apenas em Arcoverde que os eleitores deram baixa votação aos candidatos da terra. Em Limoeiro, o deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos) obteve 14.900 votos em 2014 e apenas 6.283 em 2018. Já seu irmão, José Humberto (PTB), deputado estadual, caiu de 6 mil para 2.801.

Falsidade > O Instituto de Criminalística de Pernambuco confirmou ser falsa assinatura de Telma da Silva Passos num processo de alienação de um veículo de sua propriedade. Ela teria assinado o documento depois de morta num acidente de carro em Petrolândia. Para obter esse laudo do ICP os familiares de Telma, que residem em Itapetim, aguardaram 1 ano pela boa vontade do delegado. 

A volta > É grande o time de ex-prefeitos pernambucanos ensaiando a volta ao poder em 2020 - Fernando Urquiza (Sirinhaém), Tony Gel (Caruaru), Severino Ninho (Igarassu), Jorge Alexandre (Camaragibe), Zeca Cavalcanti (Arcoverde) e João Paulo (Recife).

Na muda > Em que pese ter apoiado Jair Bolsonaro em Olinda, o ex-prefeito José Arnaldo não tem interesse em fazer parte da equipe de transição. Interessa-lhe, isto sim, disputar a prefeitura pelo PSL, apoiado pelo presidente, contra Renildo Calheiros ou Luciana Santos (PCdoB). Por Inaldo Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Anuncio No Post

Anuncio Aqui!