PT poderia dizer que perdeu porque Bolsonaro teve mais votos - G7 Salgueiro

Post Top Ad

Responsive Ads Here

PT poderia dizer que perdeu porque Bolsonaro teve mais votos

Share This

O Brasil nunca teve tradição de eleições ideológicas, salvo talvez na de Jânio contra o marechal Lott em 1960. Ali ficou claro direita de um lado e esquerda do outro. De lá para cá, isso não mais. Não foi ideológica a campanha de Collor contra Lula em 1989, tampouco as de FHC contra o PT em 1994 e 1998, nem as de Lula e Dilma contra o PSDB nas quatro eleições seguintes. Não se discutiu projeto de país nessas eleições, mas apenas projeto de poder. E foi o que funcionou. 

Nesta de 2018 foi diferente. O candidato Bolsonaro se apresentou desde a primeira hora como candidato conservador, defensor do governo militar de 64 e representante das forças de direita, que nas eleições anteriores não tiveram coragem de mostrar a cara. Ganhou espetacularmente a eleição com 57 milhões de votos, surpreendendo a um só tempo os seus apoiados e as esquerdas da qual se vingou. 

O Brasil nunca teve tradição de eleições ideológicas, salvo talvez na de Jânio contra o marechal Lott em 1960. Ali ficou claro direita de um lado e esquerda do outro. De lá para cá, isso não mais. Não foi ideológica a campanha de Collor contra Lula em 1989, tampouco as de FHC contra o PT em 1994 e 1998, nem as de Lula e Dilma contra o PSDB nas quatro eleições seguintes. Não se discutiu projeto de país nessas eleições, mas apenas projeto de poder. E foi o que funcionou. 


Nesta de 2018 foi diferente. O candidato Bolsonaro se apresentou desde a primeira hora como candidato conservador, defensor do governo militar de 64 e representante das forças de direita, que nas eleições anteriores não tiveram coragem de mostrar a cara. Ganhou espetacularmente a eleição com 57 milhões de votos, surpreendendo a um só tempo os seus apoiados e as esquerdas da qual se vingou. Por Inaldo Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages