G7 Política: É preciso ter habilidade para segurar os aliados - G7 Salgueiro

Post Top Ad

Responsive Ads Here

G7 Política: É preciso ter habilidade para segurar os aliados

Share This

O governador Paulo Câmara tem que mostrar muita habilidade nesse período que antecede o fechamento de sua chapa majoritária para não perder mais aliados. Ele disputou em 2014 com o apoio de 21 partidos mas no curso do governo alguns se abrigaram na oposição. Já não estão mais na Frente Popular o Democratas, o PSDB, o Partido Verde, a Rede Sustentabilidade, o PPS e o PSC. 

Este último rompeu com o governo na última quinta-feira, abrindo caminho para que outros insatisfeitos possam tomar esse mesmo rumo. É o caso do Partido Solidariedade, presidido regionalmente pelo deputado Augusto Coutinho, que se acha sub-representado no governo e poderá seguir o exemplo dos irmãos André e Anderson Ferreira. 

Coutinho já tem um motivo forte para deixar o governo. Seu cunhado Mendonça Filho é candidato a senador pela Frente das Oposições e ele certamente ficaria desconfortável pedindo votos apenas para ele, excluindo os outros membros da chapa majoritária. A decisão de sair ou não da Frente Popular será tomada esta semana por um comitê de quatro pessoas: o próprio Coutinho, o deputado federal Kaio Maniçoba, o deputado estadual Alberto Feitosa e o prefeito de Olinda professor Lupércio. Hoje, a tese pelo não rompimento ainda é majoritária. Mas para segurar o partido na base aliada o governador terá que fazer gesto semelhante ao que fez com o PP. Por Inaldo Sampaio

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages