G7 Política: Declaração de Marília irrita petista - G7 Salgueiro

Post Top Ad

Responsive Ads Here

G7 Política: Declaração de Marília irrita petista

Share This

O vice-presidente estadual do PT, Oscar Barreto, incitou a vereadora Marília Arraes a fazer uma reflexão, ontem, um dia depois de a pré-candidata do PT afirmar, em viagem ao Sertão do estado, que uma aliança com o PSB estadual seria algo “incoerente” e uma “irresponsabilidade”. Para ele, ao dar essa declaração para tentar emplacar a própria pré-candidatura ao governo do estado e pressionar a executiva nacional, Marília chamou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente nacional da legenda, Gleisi Hoffmann, de “irresponsáveis e incoerentes”.

Oscar Barreto afirmou que o PT nacional já ofereceu a vaga de vice-presidente ao PSB para tentar atrair o partido para o palanque do ex-presidente Lula, de modo que, para ele, Marília reduziu o debate político nacional ao “personalismo” ao tratar do assunto. Oscar se referiu à seguinte frase dita por Marília. “Uma aliança com o PSB seria algo incoerente, depois que passamos muitos anos na oposição. Seria uma grande irresponsabilidade apoiar um governo tão ruim”. 

Para Oscar Barreto, quando Marília declara Paulo Câmara como “inimigo de morte”, ela tem um aliado secundário, que é o senador Armando Monteiro Neto (PTB), cujo palanque tem o suporte de lideranças nacionais como o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), o deputado federal Bruno Araújo e o deputado federal Mendonça Filho. Os três últimos integraram o governo de Michel Temer. Por meio da assessoria de imprensa, Marília disse que não iria se pronunciar. DP

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages