G7 Esportes: Santa perde para o ABC e fica em desvantagem no Nordestão - G7 Salgueiro

Post Top Ad

Responsive Ads Here

G7 Esportes: Santa perde para o ABC e fica em desvantagem no Nordestão

Share This

A péssima atuação custou caro para o Santa Cruz, que largou em desvantagem nas quartas de final da Copa do Nordeste ao ser derrotado pelo ABC/RN por 1x0, nesta terça-feira (1), no estádio Frasqueirão, em Natal, e ainda deixou cair a invencibilidade no torneio. Com a derrota no jogo de ida do mata-mata, os tricolores precisam vencer por dois de diferença na partida de volta - marcada para o dia 22 deste mês, no Arruda - para avançar às semifinais, enquanto os potiguares têm a vantagem de qualquer empate. Em caso de 1x0 para os pernambucanos, a decisão vai para os pênaltis. A Cobra Coral vira a chave, volta as atenções para o Campeonato Brasileiro da Série C e enfrenta o Remo/PA, no sábado (5), no estádio Mangueirão, no Pará. 


Apesar do equilíbrio, a etapa inicial teve dois momentos distintos. O Santa conseguiu controlar o jogo até a metade do primeiro tempo, mas durante esse período teve dificuldades para criar jogadas, sequer finalizou e também não aproveitou as bolas paradas, com três escanteios nos dez minutos. Após um começo apagado, o ABC/RN acordou e passou a dominar a partida. Chegou duas vezes seguidas com perigo, em lances armados pelo camisa 10 Higor Leite. Uma delas com o atacante Leandrão, que parou no goleiro Tiago Machowski, e a outra chance saiu dos pés do atacante Luan, mas a bola foi cima do gol. Na terceira oportunidade, aos 37 minutos, o centroavante Leandrão não desperdiçou e abriu o placar depois de cabecear a bola, cruzada pelo lateral-direito Vitinho, para fundos das redes: 1x0 e intervalo do confronto.

No prejuízo, o Santa voltou do intervalo com a obrigação de esboçar uma reação para pelo menos marcar um gol fora de casa. Já os donos da casa não tinham pressa e estratégia era encaixar um contra-ataque para ampliar a vantagem. Mas o segundo tempo foi de poucas emoções e raras chances de gol. Com um ritmo lento e muitos erros de passes das duas equipes, a melhor oportunidade foi nos minutos finais, quando Robert não conseguiu cabecear a bola após o cruzamento do lateral-direito Maílton. O placar de 1 x 0 para os potiguares seguiu até o apito final. Folha PE

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages