G7 Concursos: Concursos públicos oferecem vagas com salário de até 26.000 reais


Profissionais que querem ingressar na carreira pública têm pelo menos 22.000 vagas em concursos públicos que já estão abertos, segundo a Associação Nacional de Proteção e Apoio ao Concurso Público (Anpac). “São muitos processos em andamento. Saiu, por exemplo, contratação para polícia em quase todos os Estados, com vagas tanto para a civil quanto para a militar”, diz  Marco Antonio Araujo Junior, presidente da entidade.

Veja aqui os concursos abertos

A estabilidade no emprego e os salários são os principais atrativos para quem busca um emprego em órgãos governamentais. Os rendimentos podem chegar até a 26.125,17 reais, como é o caso das vagas do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Vale destacar ainda que há oportunidades para todos os níveis de escolaridade.

Para o representante da Anpac, este é um ano de muitas oportunidades para quem quer tentar a carreira pública. No total, estão previstas 162.000 vagas. Em 2016, quando o país estava impactado pela crise econômica, foram ofertadas 100.000 postos em concursos. Em 2017, foram 79.000 chances.

“Como há muitos editais em andamento, é importante o candidato conhecer bem os requisitos, como documentos necessários tanto para fazer a inscrição quanto para assumir o cargo, caso seja aprovado”, alerta.

Outra dica é ficar atento ao conteúdo pragmático — as matérias que vão cair na prova. Entre o edital e o exame há um prazo entre 60 a 90 dias. Para ele, os candidatos devem aproveitar esse período para revisar toda a teoria prevista para aquela prova.

“É aconselhável dedicar, pelo menos, 4 horas por dia à revisão, sendo que o ideal é recapitular até duas disciplinas por dia. No entanto, mais que duas horas e meia de estudo por matéria não é uma boa alternativa, porque a partir daí o cérebro reduz a concentração”, orienta Araujo Junior ao afirmar que depois de rever a parte teórica é fundamental responder a questões de provas passadas para diagnosticar o que precisa de mais atenção.

Fonte: VEJA

Proxima
Anterior
Click here for Comments

0 comentários: