G7 Geral: Fórum Mundial da Água acumula 15 mil sugestões de debate a um mês da abertura - G7 Salgueiro

Post Top Ad

Responsive Ads Here

G7 Geral: Fórum Mundial da Água acumula 15 mil sugestões de debate a um mês da abertura

Share This

Faltando 30 dias para a abertura do 8º Fórum Mundial da Água, evento que, em março, transformará Brasília no centro dos debates sobre recursos hídricos do planeta, a participação da sociedade já é grande. Além dos 1.300 palestrantes, das autoridades de 110 países e dos 5 mil inscritos para o evento, cerca de 40 mil pessoas de dezenas de países enviaram contribuições aos organizadores e 15 mil sugestões foram apresentadas por meio da ferramenta Sua Voz, disponível no site do evento.

O interesse da sociedade em debater o tema é resultado da importância que a questão da água vem ganhando no mundo. 
Em entrevista exclusiva à Agência Brasil, o diretor de Operações do Fórum, Rodrigo Cordeiro, disse que, a partir das crises hídricas que têm ocorrido com frequência no Brasil e em outras partes do mundo, houve uma tomada de consciência maior tanto das autoridades quanto dos consumidores. “A questão da água entrou na pauta da sociedade”, afirmou.

Além disso, organizações não governamentais (ONGs) e a sociedade organizada também se mobilizam para participar do Fórum Mundial. Segundo a coordenadora do projeto Observando os Rios, da Fundação SOS Mata Atlântica, Romilda Roncatti, em mensagem no Facebook do Fórum, estão mobilizados mais de 50 voluntários de 17 estados para participar do 8º Fórum Mundial da Água, dispostos a mostrar os resultados desse trabalho.

Montagem da estrutura

Com o tema Compartilhando Água, o 8º Fórum Mundial ocorrerá de 18 a 23 de março em dois espaços. O Centro de Convenções Ulysses Guimarães será palco dos debates, das palestras e das sessões temáticas. Enquanto isso, o Estádio Nacional Mané Garrincha abrigará a Expo (restrita aos participantes do fórum), a Feira e a Vila Cidadã (aberta ao público em geral).

A montagem dos espaços está adiantada. Na área do Estádio Mané Garrincha, trabalham 100 pessoas desde o dia 5 deste mês, entre montadores, produtores, arquitetos e assessores. Em apenas 10 dias, dos 38 mil metros quadrados (m2) do espaço, quase a metade do piso (16,5 mil m2), e 3 mil m2 da cobertura metálica estão prontos. A previsão é que a montagem seja concluída até 5 de março. No Centro de Convenções, a implantação da estrutura começa no próximo dia 26.

Espaços do Fórum

A Vila Cidadã, uma das grandes atrações do fórum, terá atividades interativas voltadas para a construção de diálogos com a sociedade, com exposições lúdicas repletas de tecnologia, palestras, cinema e apresentações artísticas. É um espaço aberto a todos que quiserem participar e incentivar debates voltados para aumentar o uso consciente da água.

Na Feira do Fórum, o acesso também é livre ao grande público e instituições apresentarão o que pensam e fazem em prol da água. É uma vitrine para produtos, serviços e soluções entre empresas públicas e privadas, consumidores, organizações não governamentais, sociedade e interessados no tema.

Já a Expo, com acesso exclusivo aos inscritos no fórum, será um local para países e organizações mostrarem produtos e serviços para outras empresas, governos, países, estados, municípios e universidades.

Serviço

A Vila Cidadã e a Feira funcionarão a partir do dia 17 de março, um dia antes da abertura oficial do evento, sempre das 9h às 22h. Por meio do site do evento – www.worldwaterforum8.org - é possível baixar no celular o aplicativo Water Forum 8, conhecer a programação e fazer a inscrição, além de acessar outras informações do evento.

O Fórum Mundial da Água é organizado pelo Conselho Mundial da Água (WWC); pelo governo federal, com o Ministério do Meio Ambiente e a Agência Nacional das Águas (ANA); e pelo governo do Distrito Federal, pela Agência Reguladora de Águas e Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa).

*Com informações da organização do Fórum Mundial das Águas

Edição: Davi Oliveira - Agência Brasil

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages