G7 Salgueiro: Compesa não conclui serviço e moradores do Divino cobram mais agilidade


Cansadas por não serem atendidas pela Compesa, ao pedido pós concerto encanação, as pedras de paralelepípedos não recolocadas no calçamento e tem causado transtornos ao transito e aos pedestres. 

Moradora à 8 anos na Rua Elizeu Barbosa, Áurea Isabel de 57 anos, diz estar sendo engada pelo órgão responsável e contactou o "Você Repórter" do G7 Salgueiro, para registrar sua indignação.

Com a palavra a Compesa.

Da Redação do G7 Salgueiro

Proxima
Anterior
Click here for Comments

0 comentários:

Comentários